7 coisas para esperar sobre o DisneyPlus e seu streaming no Brasil

Disney+ é um serviço de assinatura de streaming de vídeo on-line de propriedade e operado pela Direct-to-Consumer & International, uma subsidiária da The Walt Disney Company. No serviço de streaming você encontra o melhor da Disney, Pixar, Marvel, Star Wars and National Geographic. E claro os sucessos de bilheteria, clássicos, séries e conteúdos originais da Disney. 

1|Disney+ só terá Os Simpsons

Disney+ terá somente alguns episódios de Os Simpsons em estreia no Brasil. O catálogo Disney+ não trará outras séries ou filmes da Fox.

2-Planos de celular e banda larga integrados com Disney+

O pós-pago Vivo Selfie e internet fixa Vivo Fibra ganham opções com Disney Plus, o streaming que será lançado em 17 de novembro.

3-Bancos oferecem Disney+ grátis por até seis meses para clientes

A pré-venda do Disney+ no Brasil começou na última terça-feira (3). O serviço de streaming estará disponível em 17 de novembro. Clientes do Bradesco e do banco Next poderão adquirir uma assinatura anual com dois, três ou seis meses grátis. O pagamento deverá ser feito via cartão de crédito da Visa, Mastercard ou Elo.

4-Catálogo

O serviço Disney+ é o streaming que reúne no catálogo Disney, Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic, que deixaram a Netflix.

5-Globoplay anuncia parceria com Disney+

Já pensou em fazer um único pagamento e ter dois streaming? Os serviços de streaming Globoplay e Disney + poderão ser assinados em uma única oferta, a partir de R$ 37,90.

6-Pré-venda

A pré-venda da assinatura da Disney+ começou dia 3 de novembro no Brasil. O preço anual especial: R$ 237,90 (equivalente a R$ 19,82 por mês). Já a partir do dia 17 de novembro, a mensalidade do serviço de streaming para os brasileiros passará para o preço normal, de R$ 27,90, ou 279,90 por ano (igual a R$ 23,32 por mês).

7- Disney+ e mais parcerias

Usuários do Mercado Livre e Mercado Pago receberão meses grátis de Disney+ao assinarem o serviço de streaming por um ano a partir de 17 de novembro.

Texto | @kesiapaos | Késia Paos