7 coisas que o governador Ibanes Rocha fez para prevenir a população do coronavírus

O governador do Distrito Federal, Ibanes Rocha, foi um dos primeiros governadores a adotar medidas restritivas para combater o coronavírus. Confira algumas das medidas adotadas no DF.

1- Suspendeu aulas em escolas e universidades do DF

Suspendeu locais com aglomerações de pessoas como em escolas e universidades, zoológico, parques ecológicos, recreativos, urbanos, vivenciais e afins; Boates e casas noturnas; Atendimento ao público em shoppings centers e clubes recreativos

2- Bolsa de auxílio para estudantes de baixa renda para complementação alimentar

Bolsa alimentação com valores creditados no cartão material escolar, já distribuído pela Secretaria de Educação. O benefício será distribuído de acordo com o número de refeições que o aluno têm feito na rede: R$59,70 (única refeição); R$119,40 (duas refeições); e, R$ 179,10 (três refeições).

3- Leitos hospitalares emergenciais para atender pacientes infectados pelo coronavírus

Montou leitos no Mané Garrincha com critérios hospitalares, com mudanças na rede elétrica, higienização do ar-condicionado e instalação de dispositivos para álcool em gel e equipamentos médicos para atender pacientes infectados pelo coronavírus.

4- Bolsa Alimentação Escolar Creche

A ação disponibiliza R$ 150, por mês, a famílias de crianças matriculadas em creches da rede pública.

5- Contratação emergencial e temporária de profissionais de saúde

Com a meta de atender as demandas de urgência e emergência da população do Distrito Federal durante o combate ao novo coronavírus, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) abriu seleção para contratar profissionais da saúde. 

6- Espaço de acolhimento para população em situação de rua

O Autódromo Internacional Nelson Piquet é um dos espaços do DF para acolhimento. Lá as pessoas podem contar com alimentação, banheiro, dormitório, lavagem de roupa, distribuição de kits de higiene, acompanhamento social e segurança.

7- Prorrogou prazo para ICMS e ISS a contribuintes do Simples

Microempreendedores individuais: o decreto prorroga o pagamento dos tributos passa a ganhar seis meses de carência. Aqueles com vencimento em 20 de abril de 2020 para até o dia 20 de outubro de 2020. Simples Nacional: impostos que vencem em 20 de abril de 2020, passa a ganhar três meses de carência.

Texto|@kesiapaos| Késia Paos