Últimas Notícias

7 Dicas Para Dormir Melhor e combater a insônia

1. Pratique exercícios

Para quem não sabe como combater a insônia, uma boa é começar pela prática regular de exercícios.As atividades físicas são excelentes estimulantes do organismo e fazem com que nosso corpo produza e libere mais endorfina, dopamina e serotonina. Estes neurotransmissores são essenciais para aumentar a disposição e o bom humor, além disso, proporcionam o relaxamento, colaborando, inclusive, para regular o sono.O mais recomendado é treinar pela manhã para aumentar também a produção de adrenalina e deixar o organismo ligado logo cedo, para dar mais fôlego à produtividade durante o dia.Por conta desse mesmo efeito, realizar atividades físicas no período da noite, perto do horário de dormir, pode prejudicar seu descanso, ainda mais se você não souber o que comer depois do treino.

2. Relaxe antes de dormir

Escutar uma música relaxante ou ler um bom livro antes de dormir ajuda a desacelerar o corpo e mente, para fazer com que você pegue no sono com maior rapidez.Apenas tome cuidado para não escutar nada muito animado ou fazer um tipo de leitura que desperte a curiosidade ou te deixe com muita ansiedade ou euforia, pois o efeito pode ser reverso, fazendo com que o sono passe longe de você.A ideia é ouvir algo calmo e baixo, como músicas instrumentais, e ler livros ou quadrinhos leves, que sirvam somente como um pequeno entretenimento enquanto o sono não vem.

3. Deite cedo

O organismo é acostumado aos hábitos. Se você se programar para deitar todos os dias em certo horário, após algum tempo, o seu corpo estará habituado e automaticamente saberá que está na hora de ir dormir.Quando isso acontece de maneira natural e regular, o próprio organismo passa a trabalhar para que você durma, secretando melatonina — o “maestro” do relógio biológico. Este hormônio é o responsável por regular todos os ritmos do corpo, induzindo ao sono e melhorando a sua qualidade.Por isso, construir uma rotina e levá-la à sério é uma ótima dica de como combater a insônia. Coloque uma hora limite para dormir e aproveite para descansar e encarar o próximo dia com mais energia!

4. Faça do seu quarto um lugar tranquilo e aconchegante

O ambiente em que você dorme também influencia bastante a qualidade de seu sono. Além de ter o hábito de deitar cedo, transformar este ambiente em um lugar tranquilo e aconchegante é preponderante para dormir bem.Um espaço confortável, livre de barulho dos vizinhos e da rua e com a temperatura ideal — nem muito quente e nem muito frio — são essenciais para o corpo entender que está na hora de desligar.Caso não goste de ficar em um local muito escuro, acenda uma luz que entre no quarto, em outro cômodo, ou aposte em uma luminária com uma lâmpada mais fraca, que deve ficar virada para a parede e iluminar o quarto indiretamente.Para colaborar ainda mais com isso, nada de televisão ou computadores ligados e muito menos ficar mexendo no celular. Esses hábitos e a exposição à luz artificial estimulam o organismo e impedem a liberação de melatonina, afetando a indução ao sono.

5. Evite bebidas estimulantes

Para colaborar com o sono, nada de consumir bebidas estimulantes à noite, sobretudo aquelas com cafeína em sua composição. Refrigerantes de cola, chá verde e energéticos devem ser evitados, pois ativam o sistema nervoso central, impedindo a chegada do estado de sonolência.Mudar os hábitos de consumo é um dos principais fatores de como combater a insônia. Quem sofre com dificuldades para dormir deve, inclusive, evitar esses tipos de bebidas após as 16 horas para que seu efeito não prejudique a qualidade do sono.Quer tomar algo antes de dormir? Aposte em um chá natural de ervas como camomila ou capim-santo. Evite colocar muito açúcar e, se possível, tome enquanto estiver deitado, para acalmar o organismo aos poucos.

6. Redobre o cuidado com a alimentação

Mudar hábitos alimentares e redobrar os cuidados com aquilo que se come nos horários das refeições são outros fatores fundamentais para combater a insônia.Isso porque, além das bebidas estimulantes, certos alimentos como pimenta, açaí, chocolate, gengibre e outros que também sejam termogênicos (aceleram o metabolismo) ou que contenham estimulantes em suas fórmulas devem ser evitados, sobretudo no período da noite.Para quem pratica exercícios físicos intensos com frequência e sofre com problemas no sono, complementos alimentares com essas substâncias não devem ser consumidos no período noturno.Transtornos digestivos causados por alimentos muito picantes, pizzas, pimentões ou aqueles com muito molho de tomate, também influenciam na qualidade do sono, pois podem provocar refluxos gástricos e acidez estomacal durante a noite, interrompendo o descanso.Em contrapartida, são muitos os alimentos que podem ser incluídos em sua dieta e colaboram para combater a insônia, ajudando-o a dormir melhor.Entre eles estão a banana, rica em serotonina, que ajuda a relaxar, gergelim, aveia e arroz integral, rico em carboidratos de boa qualidade, importantes para a produção de serotonina e, principalmente, melatonina.Ovo, salmão, linhaça, amêndoas, couve e o bom e velho maracujá, com seu efeito calmante e relaxante, também são ótimos alimentos para ingerir à noite, próximo do horário de dormir.

7. Aposte em complementos alimentares naturais

A cada dia são descobertos novos alimentos naturais, que proporcionam ainda mais benefícios ao corpo humano, devido à sua riqueza e diversidade em nutrientes e fitonutrientes.O magnésio é um exemplo. Trabalhando como um relaxante muscular natural, ele ajuda a relaxar e dormir mais tranquilo. Isso porque ativa o sistema nervoso parassimpático, relacionado ao relaxamento.

Fonte: https://my.oceandrop.com.br

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.