Brasília: Comércio no DF perdeu 664 estabelecimentos só em 2017

O Distrito Federal foi a oitava unidade da federação que mais perdeu lojas com vínculos empregatícios no comércio durante o ano de 2017, aponta levantamento divulgado pela Fecomércio-DF e realizado pela Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Entre estabelecimentos abertos e fechados, a capital da República apresentou um saldo negativo, com perda de 664 estabelecimentos durante o ano passado. Apesar do número elevado, o índice ainda é bem menor do que o apurado em 2016, quando a capital da República registou um saldo negativo de -2.356 estabelecimentos.

O presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, avalia que um conjunto de fatores explicam esse quadro.

“Os números são preocupantes, porém se analisarmos de forma ampla, podemos perceber que a situação em Brasília está melhorando. Mesmo as vendas do comércio caindo muito em 2017, temos uma melhora em relação ao mesmo período do ano anterior. Em 2015, o saldo negativo foi de 2.190 lojas, em 2016 foram 2.356 (recorde da série histórica) e agora, em 2017, foram 664. Outro ponto a ser analisado é o alto custo do aluguel no DF, os encargos trabalhistas e impostos altíssimos que os empresários enfrentam e a recessão observada nos últimos três anos”, destaca.

Fecomércio/DF

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,