Brasília: Orçamento do Distrital Federal para o próximo ano em R$ 48,2 bilhões

O Projeto da Lei Orçamentária Anual de 2022 (PL 2224/2021) prevê crescimento de 14,36% das receitas totais e de 2,75% do Fundo Constitucional, fixando o orçamento do Distrital Federal para o próximo ano em R$ 48,2 bilhões. Deste total, o Tesouro do DF representa R$ 31,9 bilhões e o Fundo Constitucional, R$ 16,2 bilhões. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (3) pela Secretaria de Economia (Seec) em audiência pública remota da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa.

De acordo com o secretário executivo de Orçamento da Seec, José Ribamar Feitosa, os dados revelam consistente melhora do cenário econômico do DF. “A gente está vivenciando um crescimento econômico nas finanças distritais, com o excesso de arrecadação que tem ocorrido, e para 2022 a gente continua a observar a consistência desse crescimento”, explicou. Ele destacou o crescimento de 15,06% da Receita Corrente Líquida (RCL), com aumento de 16,54% na arrecadação de impostos e de 29,95% em contribuições.

Das despesas do Tesouro do DF, haverá crescimento de 8,45% em gastos com pessoal e encargos sociais; de 74,19% em investimento; e 69,51% em inversões financeiras. A previsão é de incremento de 9,56% em Saúde e 8,36% em Educação. Já dos recursos do Fundo Constitucional, haverá crescimento de 3,49% para a segurança pública; 6,35% com Saúde; e decréscimo de 3,44% em educação. A expectativa é de R$ 707 milhões em operação de crédito, contra R$ 393 milhões de 2021.

Foto: Reprodução/TV Câmara Distrital

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br