Clube do Choro de Brasília recebe show que comemora 35 anos do grupo do Liga Tripa

Marcelo Dischinger

O Clube do Choro, reduto de músicos renomados da cidade, receberá na quarta-feira (6/11), às 21h, apresentação da banda brasiliense Liga Tripa. No show, intitulado Liga Tripa 35 anos, serão apresentadas músicas autorais de alguns integrantes do grupo e outros parceiros que participaram ativamente da vida cultural de Brasília desde a década de 70. Quem estiver presente terá uma noite regada a improviso e irreverência, características marcantes do grupo. 


O brasiliense se identifica com músicos que retratam a cidade e que tragam algo diferente do panorama tradicional da MPB. E essa imagem o Liga Tripa ajudou a construir. O grupo foi criado em uma época em que a capital do país era vista como uma cidade sem referenciais culturais próprias e hoje é considerado como fio condutor de toda uma geração de artistas locais e nacionais. 


No cenário árido dos tempos de ditadura, o Liga Tripa inventou seu próprio espaço ao começar a tocar e cantar nas ruas. “A gente ocupou um espaço que psicologicamente não pertencia à população”, conta Aldo Justo, um dos integrantes. Já no início dos anos 80 o grupo era apontado, pela imprensa local, como “a cara de Brasília” e “o mais brasiliense dos grupos musicais”.

O Liga Tripa seduz o público e cria com ele uma imediata identificação. Seus temas são visões poéticas da paisagem do cerrado, da arquitetura brasiliense e do modo de viver numa cidade incomum.
Nesse projeto Liga Tripa 35 anos, a banda já fez cinco apresentações este ano: uma no SESC Ceilândia no dia 6/10, duas em Mato Grosso (Cuiabá e Chapada dos Guimarães) nos dias 27 e 29 de junho e duas em Goiás (Pirenópolis e Goiânia) nos dias 20 e 21 de julho.

A criatividade dos integrantes traz ao espectador canções de altíssima qualidade, letras com uma poesia forte e incomum e as fusões rítmicas que caracterizam todo o seu trabalho musical: sambas sem sotaque carioca nem baiano, baiões e frevos com sabor candango, marcantes influências do jazz e da música experimental.


Um dos aspectos desse experimentalismo tornou-se marca registrada do Liga Tripa: o contrabaixo de origem africana construído artesanalmente, com uma corda só, que funciona como baixo ou como percussão. Essa originalidade sonora se completa com a mistura de violões, cavaquinho, flauta, percussão e vozes em coro.

Em 2015, o grupo lançou um disco com a retrospectiva de sua obra. O repertório está em um livreto/CD: Liga Tripa 35 anos, com fotos de eventos, shows e pessoas que integram o universo do grupo, contando histórias e momentos vividos em várias décadas de muita arte e música na rua e em palcos alternativos.

As apresentações contam com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) do Distrito Federal. Haverá recepcionista, intérprete de Libras e espaço reservado nos shows para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção, com sinalização adequada e com um guia par recebê-las e orientá-las.

SERVIÇO:

Show Liga Tripa 35 anos
Data: 6/11/2019 (Quarta-feira)
Horário: 21h
Local: Clube do Choro de Brasília
Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Classificação: 14 anos
OBS: Haverá recepcionista, intérprete de Libras e espaço reservado para cadeirantes e pessoas com dificuldades de locomoção.

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.