Diogo Nogueira mostra o samba solo de Fred Camacho e Marcelinho Moreira

Esta semana, o programa Samba na Gamboa mostra como é a passagem do samba em grupo para o samba em carreira  solo. Diogo Nogueira recebe Fred Camacho e Marcelinho Moreira, que falam sobre suas trajetórias e os desafios dessa opção no mundo dos bambas. Vai ao ar no domingo (10/7), às 11h, na TV Cultura.

Aos 38 anos, Fred Camacho tem um currículo invejável: foi cavaquinista de Beth Carvalho por cinco anos, integrou a equipe de Dudu Nobre por sete e durante quatro anos foi músico de Arlindo Cruz. Entrou para o seleto time de compositores quando Zeca Pagodinho gravou sua composição, e acumula mais de 60 músicas gravadas por artistas como Martinho da Vila, Fundo de Quintal, Alcione, Maria Rita e os próprios Arlindo Cruz e Beth Carvalho.

Marcelinho Moreira, filho do sambista Aderbal Moreira, já acompanhou, como percussionista, diversos artistas de peso. Estreou na carreira solo como cantor com o disco Marcelinho Pão e Vinho, de 2006. Em 2013, gravouFé no Batuque e participou do disco de Moacyr Luz com o Samba do Trabalhador. “Eu já toquei com Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Martinho da Vila, Maria Rita… É uma galera! Agora, aquele passinho pra frente dá uma diferença danada… Foi o Martinho quem me largou mais na frente. Além de me chamar pra cantar com ele, ele me entregava o palco, generosamente, e eu começava a cantar ali”, relembra Marcelinho.

No programa, eles interpretam O Que é o Amor, de Arlindo Cruz, Fred Camacho e Mauricio Quintão; Luz para Brilhar Meu Caminho, de Arlindo Cruz, Franco e Jorge David; e Insensato Destino, Acyr Marques, Chiquinho e Mauricio Lins, entre outras canções.

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,