Eduardo Leite mostra interesse em concorrer a presidente nas eleições 2022

“Não sou candidato a mito ou a salvador da pátria”, escreveu o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, em sua carta de inscrição às prévias do PSDB à disputa presidencial de 2022. Aos 36 anos, o gaúcho é o mais jovem a concorrer ao pleito tucano. No lançamento de sua campanha para a disputa partidária, em Brasília, Leite focou o discurso em “novas alternativas” e na igualdade, símbolo de sua campanha. Disse, ainda, que não irá atacar o ex-presidente Lula nem o presidente Jair Bolsonaro.

“Uma campanha não tem que ser contra um partido ou uma figura, mas temos que ter posições claras. A eleição do anti-isso, antiaquilo já se deu em 2018, e a gente viu para onde isso conduziu. Promoveu a divisão do país e desentendimento. Não podemos mais viver nesse clima. Nem Lula nem Bolsonaro já começam com a negação e devemos encerrar esse capítulo. Até para cometer erros, que sejam novos. O segredo da mudança está em construir o novo e não em destruir o velho”, afirmou.

O governador procurou esclarecer o seu perfil. “Não sou candidato a mito ou a salvador da pátria. Sou candidato a liderar a enorme potencialidade deste país, com sua gente e suas inúmeras riquezas, para que ele volte a ser aquilo que todos nós, em nossos corações, sabemos que ele pode ser”.

Foto: Reprodução / Instagram
Texto: Correio Braziliense

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br