Governo Ibaneis Rocha divulga números da violência no Carnaval de Brasília 2019

O vandalismo no período carnavalesco teve um aumento em 2019. Apenas na área dos transportes, 64 veículos foram danificados, seis a mais que em 2018. Os números, divulgados ontem pela Secretaria de Segurança Pública, ainda são preliminares. O balanço oficial está previsto para ser divulgado até amanhã. 

No Metrô, 16 trens ficaram danificados. Estima-se que 1,5 milhão de foliões tenham sido transportados durante os cinco dias de festa, uma média de 380 mil passageiros, por dia. Destes, 73 mil pessoas usaram o Metrô.

A falta de transporte na segunda-feira (4), relatada por trabalhadores foi reconhecida pelo secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro. “Foi um erro da secretaria ter colocado os ônibus na escala de domingo e feriados, sendo que na segunda-feira não era oficialmente feriado”, disse Casimiro.

Além das depredações, houve a apreensão de 30 armas de fogo e mais de 150 armas brancas. De acordo com a Polícia Militar, 167 termos circunstanciados foram elaborados e 125 pessoas foram presas ou apreendidas, sendo 79 delas adolescentes. 

Já número de homicídios caiu durante o período. Nenhum ocorreu nas festas carnavalescas, porém sete foram registrados, nove a menos que em 2018. 

Novo modelo
Este foi o primeiro ano em que o Carnaval de Brasília foi dividido em polos específicos- locais equipados oferecidos pelo GDF para receber as festas. Cerca de 50 blocos contaram com o apoio do governo para a realização da folia. 

De acordo com o secretário de Cultura, Adão Candido, a ideia é que de maio até agosto, um novo modelo de Carnaval seja estudado para ser apresentado à sociedade. “Seguindo este cronograma poderemos nos preparar com cinco meses de antecedência”, disse

Destak Brasília

Sobre eldogomes.com.br 7246 Artigos
Por @EldoGomes | Jornalista e YouTuber.