Inspirado na nova lei trabalhista, BRB cria a demissão sem justa causa

eldogomes.com.br
Siga-me

A nova lei trabalhista, desde sua entrada em vigor em novembro passado, tem provocado alterações nas relações de trabalho de diversas empresas, gerando demissões e precarização absoluta dos contratos de trabalho. Isso não é diferente nos bancos, especialmente nos privados, mas tem ocorrido também nos públicos.

Como exemplo, basta verificar o que está em curso no Banco do Brasil, com sua nova reestruturação, lastreada na nova lei.

No BRB foi aprovado um novo regulamento de Pessoal que traz novidades inspiradas pela nova lei: a demissão sumária, a demissão sem justa causa e a suspensão de contrato de trabalho.

Pelo novo regulamento, o funcionário que estiver respondendo a um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) poderá ter seu contrato de trabalho suspenso enquanto durar o processo.

Poderá ser também demitido sem justa causa caso o banco entenda como inconveniente a permanência dele no BRB.

Além disso, o bancário poderá ainda ser demitido sumariamente, sem processo administrativo, caso o banco entenda que ele cometeu falta grave.

As informações são do Sindicato dos Bancários do DF ( link aqui ).

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,