Inteligência Artificial descobre 1.000 casos de câncer

eldogomes.com.br
Siga-me

Mais um grande caso de healthtech! Dessa vez envolvendo Inteligência Artificial: pesquisadores do Manipal Hospitals, na Índia, conduziram uma pesquisa com 1 mil pacientes diagnosticados com câncer, ao longo de 3 anos, para avaliar a precisão das recomendações do IBM Watson for Oncology (WFO).

Nesse período, as considerações do WFO foram registradas e depois comparadas à opinião de um conselho de 15 oncologistas. Foram avaliados 638 casos de câncer de mama, 126 de cólon, 124 de reto e 112 de pulmão. É impressionante o que a tecnologia está trazendo para a medicina – dê uma olhada aqui para ver as possibilidades que estão sendo abertas.

Os dados do primeiro caso foram divulgados: 90% de acerto para a inteligência cognitiva da IBM, mas com variações entres os diferentes tipos de câncer. Sem metástase, foi registrada uma concordância de 80%. Com metástase, o número foi para 45%. Já para câncer “triple-negative”, registrou-se 68%. E por fim, em casos de “HER2/neu-negative”, 35%. Vale lembrar que para os menores índices de concordância, significa que são casos mais complexos e que existem mais de um tipo de tratamento.

Também é válido notar que esses números não indicam que o WFO estava completamente errado, uma vez que as recomendações do conselho foram alteradas 63% das vezes em que houve discordância – o Watson influenciava na decisão final.

Aqui está o ponto chave: a Inteligência Artificial alterou a decisão final de um oncologista. E isso é uma grande revolução que estamos vendo. Observando essas mudanças, o StartSe preparou o Health Tech Conference – o maior evento sobre startups da área da saúde do Brasil, em que falaremos como a medicina pode se beneficiar da tecnologia.

CDT / UNB

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,