JBS já alocou R$ 11 milhões
em doações no Distrito Federal

eldogomes.com.br
Siga-me

Em menos de um mês desde seu lançamento, o programa “Fazer o Bem Faz Bem” da JBS, um dos maiores programas de solidariedade para o enfrentamento à Covid-19 no Brasil, já alocou a totalidade dos R$ 11 milhões previstos ao Distrito Federal para o combate ao novo coronavírus.

As doações da JBS ao Distrito Federal incluem a construção de um hospital modular, em Ceilândia, com 73 leitos clínicos para o atendimento de pacientes com o novo coronavírus e que será um ativo permanente para a população após a pandemia. Também faz parte dos recursos a serem entregues pela empresa 160 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPI) hospitalares, como aventais, máscaras cirúrgicas e N95, protetores faciais e toucas; cerca de 4 mil itens de higiene e limpeza; 3,8 mil cestas básicas e 39 toneladas de proteínas produzidas pela JBS para alimentação da população vulnerável. As doações realizadas pela JBS no DF incluem as cidades de Ceilandia e Brasilia e tem capacidade de beneficiar cerca de 3 milhões de pessoas direta e indiretamente.

Projetos sociais, capazes de atender diretamente 500 mil pessoas, também foram selecionados na ação. A Companhia confirmou recursos para duas instituições sediadas em São Paulo e que atendem ao Distrito Federal, entre outros estados. São elas a Aldeias Infantis SOS, que realiza projetos de fortalecimento com 1.300 famílias, com formação profissional e inserção ao mercado de trabalho, além de atividades educativas para milhares de crianças e adolescentes; e o Instituto Elos, que promove assistência social a 200 famílias de baixa renda em situação de pobreza e extrema pobreza

Em três semanas, a JBS já alocou 80% dos R$ 400 milhões dos recursos destinados ao programa em todo o país. Todas as doações aos municípios e estados estão sendo transformados em bens e serviços de acordo com as necessidades definidas pelas autoridades públicas locais e validadas pelos comitês de especialistas nas três esferas do programa – saúde, social ou ciência – de acordo com o destino da doação. Os comitês são formados por médicos e representantes de instituições referência nestas áreas no país. 

Entre as ações que vão receber apoio do programa da JBS, também vale destacar a oferta, via EAD (ensino a distância), de treinamentos aos profissionais da saúde para operação de equipamentos hospitalares, incluindo respiradores, administração de EPIs e precauções relacionadas à Covid, entre outros assuntos. O programa é gratuito e utiliza as ferramentas e a metodologia do Hospital Albert Einstein, Faculdade de Medicina da USP e Instituto Moinhos de Vento (RS). Com o foco nas cidades atendidas pelo programa, a estimativa é que mais de 30 mil profissionais sejam treinados.

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,