Últimas Notícias

Metrô DF está operando com apenas 30% da frota

Metroviaviários do Distrito Federal iniciaram uma greve, por tempo indeterminado, nesta quinta-feira (2). O grupo reivindica aumento salarial, a manutenção de gratificação dos cargos e a oficialização da jornada de trabalho de 6 horas diárias.

Apesar da paralisação, até as 7h, o Metrô circulava com 18 dos 24 trens, segundo a empresa responsável pelo serviço. Além disso 30% dos servidores estavam desempenhando suas funções no horário de pico da manhã, das 6h às 8h45.

No período intermediário, a previsão do sindicato é de que apenas três composições estejam em funcionamento. Em um dia normal, fora do horário de maior movimento, dez trens circulam entre as estações.

Em nota, a assessoria de imprensa do Metrô informou que o DFTrans pedirá reforço para as empresas de ônibus que circulam em Ceilândia e Samambaia. O objetivo é que a população não seja prejudicada.

Faixa exclusiva
Em razão da greve dos metroviários, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) liberou, nesta sexta (2), a faixa exclusiva da EPNB.

Já na EPTG, a operação dos ônibus na faixa reversa e a liberação da quarta faixa para veículos leves no sentido da via deve seguir funcionando normalmente nos horários de pico, das 6h às 9h e de 17h30 às 19h45.

Nos demais horários do dia, a faixa exclusiva para os ônibus na EPTG permanecerá exclusiva para os coletivos, segundo o DER.

Destak DF

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.