Rota do Vinho do Vale de Casablanca: um passeio imperdível no Chile!

eldogomes.com.br
Siga-me

Visitar uma vinícola é um passeio obrigatório e muito divertido durante uma viagem ao Chile, devido à quantidade e variedade de vinícolas no País e, também, à qualidade dos seus vinhos, reconhecida mundialmente. A agência Brasil-Chile Operadora Vip de Turismo criou um passeio de um dia pela tradicional Rota do Vinho do Vale de Casablanca, que passa por quatro vinícolas de prestígio, pelo Mercado do Vinho e também pela simpática cidade de Curacavi, onde os turistas poderão provar uma das bebidas mais tradicionais do Chile, a chicha. O passeio começa às 8h00 e termina às 17h30. Custa R$ 185,00 por pessoa, com direito a degustação de bebidas em todos os locais e tábua de queijos e castanhas na vinícola Indomita (mas não inclui almoço).

A Rota do Vinho do Vale de Casablanca está localizada a 50 minutos de Santiago, no caminho das cidades litorâneas de Viña de Mar e Valparaíso, e é um destino perfeito para quem gosta de enoturismo. É uma das áreas que produzem vinhos mais recentes no País (são menos de 30 anos com esta atividade), mas que já se destaca mundialmente, sobretudo entre os vinhos brancos com as uvas Chardonnay e Sauvignon, além de tintos como o Pinot Noir. A região é protegida pelas encostas nevadas da Cordilheira dos Andes, que garantem um visual incrível aos turistas. Como os vinhedos ficam próximos ao litoral e estão rodeados pela Cordilheira, a variação térmica durante o dia é muito grande, o que permite a maturação lenta da uva e a alta qualidade do produto final.

 

No passeio da Brasil-Chile, a primeira atração é a simpática cidade de Curacavi, ainda na Região Metropolitana de Santiago, onde os turistas terão a oportunidade de conhecer a chicha, uma bebida muito tradicional no Chile. É um tipo de vinho rústico, feito com uva fermentada. Logo depois, a primeira vinícola a ser visitada é a Veramonte, considerada por especialistas uma das melhores do País, e detentora de marcas de grande prestígio, como os vinhos Primus e Ritual. É uma vinícola ampla e moderna. Em seguida, o grupo vai visitar a Emiliana, primeira especializada em vinhos orgânicos no país, que já recebeu a visita de celebridades como o príncipe Charles, da Inglaterra. Seu processo de fabricação é muito respeitado e uma de suas marcas de destaque é o vinho tinto Coyam, totalmente produzido com uvas biodinâmicas.

 

A próxima parada será no Mercado de Vinhos, um verdadeiro supermercado especializado em vinhos chilenos, com uma variedade incrível de rótulos de todos os tipos e preços. É uma boa oportunidade para compras, pois os preços são bem melhores do que os praticados no Brasil e a variedade de produtos é muito superior a qualquer supermercado de Santiago.  Neste local, também é servido almoço e lanches. As vinícolas também contam com restaurantes ou lanchonetes que servem refeições e petiscos, como as tradicionais empanadas chilenas. A vinícola Matetic é a próxima do roteiro. Com um cenário lindo, ela é uma das mais jovens da região, pois começou a operar em 2002 – sendo 100% orgânica. A Matetic produz quatro tipos de vinhos brancos e cinco tintos, sendo o Syrah a especialidade da casa (em 2004 chegou a ser eleito um dos 100 melhores Syrah do mundo). Cerca de 70% da sua produção é exportada para 30 países e o Brasil é o principal mercado.

eldogomes.com.br

Jornalista especializado em novas mídias. Colunista de Turismo e Entretenimento. 👀 / corre pro Instagram @EldoGomes