Sabesp quer ampliar tempo de outorga do Cantareira para 30 anos

eldogomes.com.br
Siga-me

A Companhia de Saneamento Básico do Estado São Paulo (Sabesp) pretende ampliar o prazo de outorga do Sistema Cantareira dos atuais dez anos para 30 anos. A proposta foi apresentada hoje (28), em reunião na capital paulista, a entidades da sociedade civil, à Agência Nacional de Águas (ANA) e ao Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (Daee), órgãos que compartilham a gestão do sistema, composto por reservatórios com águas reguladas pela União e pelo estado de São Paulo.

A outorga do Sistema Cantareira que está vigente foi concedida à Sabesp em 2004, com validade de dez anos. No entanto, devido à crise de abastecimento nos últimos anos, a validade da atual outorga foi estendida até 31 de maio de 2017, quando deverá ser renovada. A empresa defende os 30 anos afirmando que o prazo daria mais segurança para que investimentos de grande monta sejam feitos.

“No entender da Sabesp, a outorga deveria ser de pelo menos 30 anos, de maneira análoga ao que ocorre em outros setores nos quais os investimentos são de grande porte e a infraestrutura tem longa vida útil. Esse prazo leva em conta o tempo de amortização dos investimentos a serem realizados, permite estabilidade e planejamento de longo prazo para os sistemas de saneamento das regiões envolvidas”, diz o texto da proposta apresentada pela Sabesp.

Agência Brasil

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,