SBT faz chamada pública para compra de “casos jornalísticos”

No melhor estilo “Não é feitiçaria, é tecnologia”, o SBT lançou a proposta de compra de “casos jornalísticos” por dez mil reais. “Não é concurso, é compra de casos jornalísticos”, anuncia a emissora em chamada pública, que causou alvoroço nas redes sociais.

“Atenção jornalistas de rádio, jornal ou televisão! O SBT está comprando, por dez mil reais, qualquer assunto que possa ser apresentado em nossos programas de televisão. Use seu nome ou pseudônimo. Não é concurso! É compra de casos jornalísticos”, diz a íntegra do vídeo.

“Tem que ser só jornalista? Não pode ser uma ideia para pautas?” e “Eu n intendo de jornal mas Eu gostaria de faser jornalista de carater e de credibilidade doa a quem doe [sic ad eternum]” foram alguns dos comentários de interessados na página do SBT.

O colunista de tevê Maurício Stycer comentou em seu blog: “É normal emissoras contratarem jornalistas como colaboradores, para realizar uma ou mais reportagens. O que surpreende no caso é o SBT fazer uma convocação pública, dando a impressão de que está muito necessitado de ajuda. Como se sabe, a emissora dispõe de um departamento de jornalismo, ao qual, supostamente, caberia a realização de boas reportagens”.

Polêmica à parte, interessados em vender sugestões devem enviá-las pelo site do SBT.

Por: Redação Jornalistas&Cia

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,