“Ser youtuber na geração Instagram é sacrificar os algoritmos”, reflita sobre

As mídias sociais estão virando um verdadeiro campo minado. Todos querem atenção, relevância e palco. Mas, nem todos se dedicam de forma dinâmica, jornalística (no caso da gente) e de maneira ética.

O mundo digital é para quem segue as regras. É preciso respeitar, valorizar e dar voz para quem realmente vale a pena. Em um campo onde todos fazem a mesma coisa: dancinhas, reacts, dublagem e vídeos de hype sobre determinado tema. É preciso separar o joio do trigo.

Não só de likes vive os seguidores, ou de hype. O conteúdo que agrega e gera valor é o maior desafio de quem quer trabalhar de forma propositiva e estratégica na plataforma.

Falarei esta semana mais detalhes nos stories. Os algoritmos trabalham para valorizar e entregar cada vez menos conteúdo. Resta aos criadores/produtores de diálogos no mundo digital ter ferramentas de contato direto ou pedem seus maiores legados “o público”.

Foto: Pexels | Banco de imagens gratuitas