Últimas Notícias

Startup de Florianópolis é a principal geradora de dados em tempo real do turismo na América Latina

Como ajudar os gestores públicos a terem dados precisos sobre a movimentação de turistas em seus municípios? E como criar roteiros turísticos “inteligentes”, que usem também a tecnologia para levar informações aos visitantes?

As respostas a essas demandas dos municípios brasileiros com potencial turístico começaram a ser respondidas com a criação da Smart Tour, startup fundada em 2017, em Florianópolis, pelos empreendedores Jucelha Borges de Carvalho e Marcio Almeida de Sousa.

A inovação proposta era uma plataforma de implantação de Rotas Turísticas Inteligentes que usa a tecnologia de Internet das Coisas (IoT) para captar informações precisas sobre os visitantes e gerar relatórios.

Em menos de dois anos, a empresa já passou por programas de desenvolvimento e capacitação (Sinapse da Inovação e StartupSC, do Sebrae/SC), impactou cerca de 400 mil pessoas em um único projeto no Litoral Norte catarinense e ganhou destaque no 1° Prêmio Nacional de Turismo, promovido pelo Conselho Nacional e o Ministério do Turismo, sendo uma das três finalistas na categoria Inovação Tecnológica.

A plataforma funciona por meio da instalação de beacons (pequenos dispositivos de localização) em atrativos turísticos, que fornecem dados aos visitantes, como conteúdos informativos multi-idiomas, por meio de bluetooth e também colhem dados sobre localização, perfil e comportamento do usuário aos gestores das regiões turísticas.

“Até então, fazer pesquisa de demanda turística envolvia custos muito altos, demanda de pessoal na coleta de informação, além de pelo menos uns dois meses para entrega dos resultados. Com o uso de tecnologia aplicada, temos dados muito mais ricos e detalhados, em tempo real. Saímos do século 19 direto para o século 21 em termos de entrega de dados turísticos para as prefeituras”, resume Jucelha.

FONTE: NDMAIS


eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.