Turismo em Brasília ganha força com a retomada do Autódromo

Calendário de provas conta com 12 datas até o final do ano. Início das competições está marcado para julho. Mercado aposta no aquecimento do Turismo no DF.

Sem corridas desde 2014, o Autódromo Internacional Nelson Piquet de Brasília volta a receber competições no início do mês de julho e ganha um calendário com 12 provas para 2022. O anúncio feito nesta segunda-feira pelo governador em exercício, Paco Britto, e foi recebido com entusiasmo pelo segmento turístico no Distrito Federal. O Autódromo, que pertence à Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), passa a ser gerenciado Banco de Brasília e será usado também para outros tipos de eventos.

“A população ganha o autódromo de volta. Nós já tivemos cinco pilotos na Fórmula 1, que começaram no DF. Nós voltaremos a ser protagonistas nesta categoria de automobilismo internacional também”, disse Paco Brito. Ele observou que a expectativa do GDF é movimentar o turismo e o comércio na cidade nos 24 finais de semana de provas. Ele disse que não há uma estimativa do impacto econômico com a realização das competições.

Para a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, hoje foi um dia histórico para Brasília. “Essa é uma excelente notícia para Brasília, um dia histórico, mais um grande resgate do governador Ibaneis Rocha. O automobilismo faz parte da nossa história, grandes pilotos nasceram aqui. Pelo olhar do turismo isso é fantástico, pois nós temos condições de trazer todas as provas do circuito para a nossa capital. Brasília está preparada”, afirma a secretária.

Segundo Vanessa Mendonça, o turismo esportivo é o maior arrecadador de recursos no turismo de eventos. De acordo com a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), somente a Stock Car movimenta cerca de R$ 150 milhões em 12 provas anuais, gerando mais de 1.200 empregos.

Foto: Arquivo/Agência Brasília

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br