Windows 10 ganha atualização

O Windows 10 acaba de completar um ano, e seus criadores querem comemorar com a primeira grande atualização do sistema operacional, que estará disponível a partir desta terça-feira. Em 29 de julho de 2015, era lançada a versão definitiva de um novo Windows, que se distanciava consideravelmente de suas versões 7 e 9. Era lançada a Cortana, a primeira assistente virtual para computadores com a aposta na criação do novo – mas imaturo – navegador, o Edge, com o intuito de deixar para trás o Internet Explorer. Um ano depois, a Microsoft inclui novidades num sistema operacional que já é considerado um serviço, sem a intenção de que seja substituído por um Windows 11 ou 12.

“O Windows 10 deixou de ser o último produto Windows para se transformar num novo serviço de pagamento único que será atualizado de forma permanente. Assim, não será preciso comprar novas versões a cada dois ou três anos”, disse a EL PAÍS Ramón Planet, responsável pelo Windows para empresas. A chamada Windows 10 Anniversary Update tem vários pontos fortes: maior segurança, melhorias na Cortana, mais possibilidades para as canetas digitais e novos plugins para o navegador Microsoft Edge.

A grande atualização do Windows 10 é uma nova tecnologia para melhorar a segurança do sistema operacional: a autenticação biométrica. Esse tipo de reconhecimento através do rosto ou das impressões digitais permite o acesso a plataformas e serviços sem a necessidade de senhas. A tecnologia está em voga depois da divulgação de estudos indicando que uma em cada três pessoas não protege seu celular com uma senha, e que o código mais utilizado continua sendo 12345. Diante dessa vulnerabilidade, a biometria desponta como a solução mais cômoda e segura.

Essa é a proposta do Windows Hello: utilizar nosso rosto para ter acesso às funções mais importantes. Com ele será possível iniciar sessão e entrar em contas bancárias e em outros sites seguros através da identificação do rosto com a câmera frontal do computador ou do celular, ou com um sistema de impressões digitais. “O grande avanço é que a tecnologia poderá ser usada não apenas com o sistema Windows, mas também em aplicativos de terceiros, como o DropBox”, diz Planet. O sistema também estará integrado no navegador Edge, o que o torna “o primeiro e único navegador compatível com essa tecnologia mais nativa graças a uma extensão API incorporada.”

Sobre eldogomes.com.br 7254 Artigos
Por @EldoGomes | Jornalista e YouTuber.