7 coisas sobre o mês do Orgulho LGBTQIA+

01| Primeira parada gay

A primeira parada do orgulho gay foi realizada em 1970, nos Estados Unidos. O evento aconteceu um ano após a Rebelião de Stonewall, considerada o início do movimento moderno dos direitos homossexuais.

02| Israel

Por incrível que pareça, a maior parada gay do continente asiático acontece em Israel, país conservador, onde a religião é um elemento tão enraizado na sociedade.

03| Evento aquático

Em Amsterdam acontece um evento muito legal onde os carros alegóricos fixam sobre a água. Durante o evento, cerca de 100 barcos decorados viajam através dos famosos canais da cidade.

04| Bandeira de arco-íris

A ícone bandeira de arco-íris do movimento, na verdade foi criada por um ex-veterano da guerra do Vietnã. Encorajado pelo político americano Harvey Milk, Gilbert Baker criou a bandeira símbolo LGBT em 1978. Cada cor tem um significado: vermelho é para a vida, a laranja é para a cura, o amarelo é para a luz, o verde é para a natureza, o azul é para a harmonia, e roxo é para o espírito.

05| Apple

Existe um boato que originalmente o símbolo da apple com as cores do arco-íris seriam uma homenagem ao matemático Alan Turin, que era gay e morreu envenenado com uma maçã.

06| Casamento

Em 2015, A Irlanda entrou para a história como o primeiro país do mundo a aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo por meio de um referendo popular.

07| Maior parada gay do mundo

A maior parada gay do mundo acontece em São Paulo e até tem o sei primeiro lugar registrado no Guinness Book desde 2006 e atualmente o evento atrai mais de cinco milhões de participantes por ano.

Texto redigido por @Gabbileao

Foto: reprodução pixabay.