Brasília, Patrimônio Cultural da Humanidade

O traçado original e as belas construções idealizadas pela dupla formada pelo urbanista Lúcio Costa e o arquiteto Oscar Niemeyer fizeram da nova capital da República o primeiro bem moderno inscrito pela UNESCO na Lista do Patrimônio Cultural da Humanidade, em dezembro de 1987.

Inaugurada em 1960, Brasília é uma verdadeira obra de arte modernista a céu aberto. A cidade, especificamente o Plano Piloto, é um exemplo da aplicação do urbanismo moderno. O traçado original e a organização em quatro escalas – monumental, residencial, gregária e bucólica -, por si só, fazem de Brasília uma cidade única, conferindo-lhe relevância na milenar história do urbanismo. Somam-se a isso as obras de artistas como Bruno Giorgi, Alfredo Ceschiatti, Athos Bulcão e Burle Marx, entre outros, que igualmente contribuíram para a beleza da capital.

O Plano Piloto – O traçado da nova capital da República foi escolhido por meio de concurso público, lançado pelo presidente Juscelino Kubitschek em 1957 e que teve como vencedor Lúcio Costa.

Segundo o urbanista, o desenho do Plano Piloto é inspirado em um gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos cruzando-se em ângulo reto, ou seja, o próprio sinal da Cruz.

Os eixos são “abraçados” pelo lago artificial do Paranoá, criado com intenções de correção climática, uma vez que o clima na região é bastante seco e carente de chuvas durante vários meses do ano.

No Eixo Monumental localizam-se as principais construções da cidade, idealizadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer, como a Praça dos Três Poderes, a Esplanada dos Ministérios, a Catedral Metropolitana e a sede do Governo do Distrito Federal.

Transversalmente, no Eixo Rodoviário, estão situadas as Asas Sul e Norte, com superquadras residenciais entremeadas por áreas comerciais. No cruzamento dos Eixos Monumental e Rodoviário, localiza-se a Plataforma Rodoviária, popularmente conhecida como Rodoviária do Plano Piloto.

Em Brasília, as construções estão distribuídas por setor de atividade. Assim, há os setores de Diversões, Hoteleiro, Comercial, Bancário, de Autarquias, entre outros.

Principais Monumentos – As principais construções de Brasília estão localizadas no Eixo Monumental. Partindo da Plataforma Rodoviária e percorrendo esse Eixo na direção leste, avista-se a Catedral Metropolitana, a Esplanada dos Ministérios e o Palácio do Itamaraty. Por fim, chega-se à Praça dos Três Poderes, onde estão as sedes dos governos Executivo (Palácio do Planalto), Legislativo (Congresso Nacional) e Judiciário (Supremo Tribunal Federal).

Da Praça dos Três Poderes partem pistas que levam até a residência presidencial, o Palácio da Alvorada, às margens do Lago Paranoá. As colunas desse edifício se tornaram o símbolo da cidade.

Próximo à Plataforma da Rodoviária, do lado norte, está o Teatro Nacional Cláudio Santoro, o maior e mais importante de Brasília. Projetado por Oscar Niemeyer, também conta com trabalho do artista plástico Athos Bulcão, que desenhou os blocos em relevo que cobrem a suas fachadas laterais. Do lado sul, fica o Complexo Cultural da República, com um museu e uma biblioteca, ambos projetados por Oscar Niemeyer.

Seguindo a oeste pelo Eixo Monumental, desde a Plataforma Rodoviária, chega-se à Torre de Televisão e, um pouco mais adiante, à sede do Governo do Distrito Federal, na Praça do Buriti.

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.