É seguro usar o Google Chrome? 7 coisas sobre

Diariamente milhares de pessoas me perguntam qual é o navegador que utilizo.

Afinal de contas eu trabalho com internet a mais de 11 anos. Uma coisa que sempre vejo é a segurança, a agilidade e o tanto de avanços que eles sempre fazem.

E, isso mostra o quanto que é importante profissionais das redes sociais demonstrar a sua segurança digital.

Por isso, hoje trago 7 coisas que você precisa conhecer melhor do Google Chrome:

1. Pesquisas com eficiência

Como já dissemos, você não precisa entrar no site do Google para fazer buscas se usar o Chrome. Basta digitar o que quer pesquisar na barra de endereço.

Isso também vale para buscas mais detalhadas. Se você quer pesquisar algo dentro de uma página ou especificamente relacionada a ela, você digita o termo que quer buscar, seguido de site e o nome da página em que quer fazer a busca.

2. Alinhado com a Google

O site de buscas padrão no Chrome é o Google, empresa que desenvolveu o navegador. Mas você também pode mudar isso, se desejar.

Vá na página de configurações (digite chrome://settings na barra de endereço, ou clique no ícone de personalização e configuração, com três traços à direita da página, no topo). Lá, abaixo de “Pesquisar”, é possível selecionar outros sites para busca, como Yahoo! Brasil ou Bing. Essa mudança é indicada para quem é mais familiarizado ou prefere esses sites ao Google, ou quer uma alternativa a ele.

3. Você pode voltar!

Se você esqueceu de usar a dica anterior e fixar a aba que fechou sem querer, não tem problema: o Google Chrome lhe dá a chance de recuperá-la. Assim que você fechar a aba, use o atalho Ctrl+Shift+T.

Use essa combinação mais uma vez se quiser abrir outras guias fechadas acidentalmente. Para recuperar um site que não se sabe de cabeça rapidamente, sem recorrer ao histórico, ou não perder alguma alteração não salva em um documento on-line, é um recurso que pode ajudar muito!

4. Quer segurança? Navegue assim!

Ao contrário do modo convencional, no modo de navegação anônima as páginas e as pesquisas feitas não ficam registradas no histórico. Além disso, essa navegação não permite a identificação de acesso do usuário.

Após abrir o Chrome, use o atalho CTRL+Shift+N. Você também pode ativá-lo a partir de uma página aberta na navegação comum: clique com o botão direito sobre o link que quer abrir na navegação anônima e selecione “Abrir link em janela anônima”.

5. Segurança no escuro

Isso pode ajudar quando se quer entrar em sites sem fornecer a sua localização a eles. Por exemplo: pesquisar um site de um concorrente ou verificar a sua posição em buscas na internet.

Isso também pode ajudar no acesso a links de alguns sites que impedem o acesso ilimitado a alguns conteúdos. Ademais, é possível usar esse recurso se quiser fazer logins diferentes em um mesmo site.

6. Agilidade com arquivos

O Google Chrome também é uma ferramenta para gerenciar arquivos. Ao invés de sair do navegador para abrir algo que está salvo no computador, você pode digitar, na ominibox, C://.

Você poderá abrir todas as pastas e arquivos que estão guardados no disco C. Caso você tenha o caminho do arquivo, basta inseri-lo na barra de endereços para visualizá-lo diretamente no Chrome. Você vai ganhar muito mais tempo do que imagina, em vez de ficar trocando de janelas entre o navegador e o computador.

7. Gestão digital


Apesar do Chrome não oferecer uma opção para salvar arquivos em um disco virtual, você pode configurar uma pasta virtual no navegador, que salvará os seus downloads diretamente. Na página de configurações, clique em “Configurações avançadas” e, ao encontrar a parte de Downloads, altere o local de download configurado.

Caso você queira que seja em algum local da nuvem e não no disco do computador, clique em “alterar” e selecione a pasta virtual na qual você quer salvar os seus arquivos baixados no Google Chrome.

( Com informações da Santo Digital ).

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,