Home Blog de Política em Brasília Em Brasília, serviço itinerante de coleta de sangue vai virar lei, afirma Deputado Distrital

Em Brasília, serviço itinerante de coleta de sangue vai virar lei, afirma Deputado Distrital

0

João Cardoso, autor do projeto, explica que o Hemocentro está com o banco de sangue em déficit e que o objetivo da proposta é facilitar que pessoas doem sangue

Em sessão extraordinária remota, nesta quinta-feira (17), o plenário da Câmara Legislativa derrubou o veto do governador Ibaneis Rocha ao projeto de lei que institui o serviço itinerante de coleta de sangue no Distrito Federal. O PL nº 436/2019, do deputado João Cardoso (Avante), estabelece o uso de veículos automotores adaptados, com profissionais e equipamentos adequados à coleta. O serviço, segundo o texto, deve funcionar de forma programada, podendo atender a chamadas de empresas públicas e privadas, órgãos públicos, entre outros.

“O Hemocentro está com o banco de sangue em déficit; e o projeto vai facilitar as doações, porque as pessoas não precisarão se deslocar”, afirmou o autor da proposta após a derrubada do veto. “Sou doador de sangue e lembro que, quando jovem, em Sobradinho, existia esse sistema. Espero que o governo implemente o quanto antes, de forma segura”, completou João Cardoso.

Única a votar pela manutenção do veto, a deputada Arlete Sampaio (PT), que é da área da saúde, justificou seu posicionamento diferenciando coleta itinerante de descentralizada e dizendo ser contra a CLDF “se meter na administração de um órgão que está fazendo as coisas certas”.

Denise Caputo / CLDF