Em clima de Apocalipse, nuvem de gafanhotos se aproxima do Brasil

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento emitiu um alerta sobre uma nuvem de gafanhotos que estava deixando a Argentina e avançava na direção de Uruguai e Brasil.

De acordo com a pasta, um monitoramento está sendo feito por especialistas argentinos do grande número de gafanhotos da espécie Schistocerca cancellata.

O ministério alertou as superintendências federais de agricultura e os órgãos estaduais de defesa agropecuária para que também tomem as medidas necessárias para acompanhar a nuvem e orientar os agricultores da região, especialmente no Rio Grande do Sul.

Também deverão ser feitas ações para controlar os gafanhotos e tentar reduzir os estragos que possam causar.

De onde veio a nuvem?

Os insetos chegaram à Argentina a partir do Paraguai, onde destruíram lavouras de milho.

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa, na sigla em espanhol), uma agência do governo argentino, emitiu o primeiro alerta em 11 de maio após ser avisada por autoridades paraguaias que a nuvem se dirigia em direção à fronteira entre os dois países.

A praga entrou na Argentina em 21 de maio, mas logo retornou ao Paraguai e permaneceu no país por uma semana antes de voltar ao território argentino.

Informações da BBC

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.