Governo Ibaneis entregará Bolsa Maternidade em Brasília

Beneficiárias são orientadas nos bancos de leite do DF sobre a importância da amamentação

Você sabia que as mães que recebem o Bolsa Maternidade retiram o kit nos bancos de leite públicos do DF? A ideia dessa parceria entre as secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes) e de Saúde é viabilizar que as mães em vulnerabilidade social, ao se deslocarem para receber o enxoval do bebê, sejam também orientadas pelas enfermeiras dos bancos de leite sobre a amamentação e os cuidados para garantir o aleitamento materno, de preferência exclusivo até os seis meses, como preconiza a Organização Mundial da Saúde.

“O Bolsa Maternidade foi pensado desde o início neste contexto, de incentivo à amamentação e à doação de leite materno, porque as mães, ao conhecerem a estrutura dos bancos, já sabem onde doar, em caso de excesso de leite; sabem onde procurar ajuda se tiverem dificuldade; e, mais importante, são sensibilizadas sobre a importância de ofertar sempre o aleitamento”, reitera a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

A amamentação previne doenças, contribui para o crescimento saudável do bebê e fortalece o vínculo entre mãe e filho. Esse é o foco do Agosto Dourado, mês do aleitamento materno.

“O Bolsa Maternidade foi pensado desde o início como incentivo à amamentação e à doação de leite materno”Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Mãe da pequena Ester, de três meses, Ana Beatriz de Moura Nascimento (18) conheceu o Bolsa Maternidade pela internet e retirou o kit no banco de leite do Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

“Eu já tinha recebido orientações sobre como amamentar na maternidade, mas é sempre bom reforçar porque quero amamentar minha filha até, pelo menos, os dois anos dela. Quero dizer às outras mães que não desistam, porque amamentar é vida para nós, como mães, e para o bebê”, recomenda Ana.

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br