Governo retira moradias irregulares na Estrutural e realiza plantio de árvores

Para combater ocupações irregulares, o Governo do Distrito Federal (GDF) tem reforçado ações de fiscalização, retirada de imóveis e, em seguida, revitalizando os terrenos. Esta semana, uma importante Área de Preservação Ambiental (APA) tem sido recuperada dentro da Chácara Santa Luzia, na Estrutural. Uma área de 230 mil m² – equivalente a 22 campos de futebol – ganhou cercamento e a plantação de 450 mudas de espécies nativas do Cerrado logo após construções terem sido removidas do local. 

Diversos órgãos e setores de governo atuaram no local. O DF Legal, por exemplo, retirou moradias irregulares, numa operação que durou seis dias. Foram removidas 182 edificações precárias em madeira e cinco mil metros de cercas (veja vídeo abaixo). 

A Agência de Desenvolvimento (Terracap) – proprietária do terreno – fez o correto cercamento da área. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) limpou o local para que as mudas de árvores fossem plantadas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) nesta quarta (11). 

Uma ação integrada de governo que também contou com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Companhia Energética de Brasília (CEB) e Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

O reflorestamento tem o objetivo de preservar a fauna e flora nativas da região. A Chácara Santa Luzia é uma zona não edificável e limítrofe com o Parque Nacional de Brasília – a mais importante unidade de conservação do Distrito Federal, responsável pela manutenção do abastecimento de água no Plano Piloto e área central da capital. Portanto, cercar a área e devolver o espaço que deveria ser tomado pela vegetação nativa é prioridade.

@EldoGomes

🏳️‍🌈Apresentador e 🎙YouTuber | 📺 Comentarista de #BBB21, 🎮Gamer e Repórter de 🗺Turismo | comercial@eldogomes.com.br