O que é a Clubhouse: rede social de conversas por voz: 7 coisas sobre a Clubhouse e seus convites

A nova rede social Clubhouse é baseado em áudio, com diversas salas de bate-papo com duração pré-determinada. Não há fotos ou vídeos, a não ser as imagens do perfil de cada pessoa.

7 curiosidades sobre a Clubhouse

1 – Na maioria das vezes, os ambientes são definidas por temas, mas é possível criar espaços livres, para chamar os amigos e falar sobre vários assuntos.

2 – Nos eventos maiores, um moderador controla o fluxo da conversa e é possível pedir para falar com um emoji de “mão levantada”. Há também a possibilidade de que somente o criador da sala fale.

3 – Em salas menores, todos os participantes podem ficar com o microfone aberto, caso o moderador permita.

4 – A Clubhouse foi lançada em março de 2020 graças aos esforços de dois amigos: Paul Davidson e pelo cientista de computação Rohan Seth, os CEOs da plataforma de streaming de áudio.

5 – Em dezembro de 2020, o aplicativo possuía 600.000 usuários registrados.

6 – “Nosso objetivo era construir uma experiência social que parecesse mais humana – onde, em vez de postar, você pudesse se reunir com outras pessoas e conversar. Nossa estrela do norte foi criar algo onde você pudesse fechar o aplicativo no final da sessão se sentindo melhor do que quando o abriu, porque você aprofundou amizades, conheceu novas pessoas e aprendeu”, conta Paul Davidson, no post de abertura da rede.

7 – Pode se dizer que é um grande podcast expontâneo e da vida real. Além de conversar sobre os mais diversos assuntos ainda dá para fazer outras coisas durante esse tempo.

📲 | Vem trocar ideia na Clubhouse @EldoGomes

Por @EldoGomes