Projeto ‘Brasil Super Battle – Encontro Nacional de B. Boys e B. Girls do DF e Entorno’

Acontece nos dias 25 e 26 de setembro (sábado e domingo) a 3ª edição nacional do projeto ‘Brasil Super Battle – Encontro Nacional de B. Boys e B. Girls do DF e Entorno’ (Edição FAC ocupação CONIC)
As inscrições já estão abertas pelo site oficial do evento www.brasilsuperbattle.com


Nesta terceira edição as batalhas/competições serão nas modalidades de Crew/grupo mistos, Rima/individual e Kids/individual, e também contará com painéis pintados ao vivo pelos grafiteiros Elom (@elom.ceilandia), Mudof (@juniormudof) e Sowtto (@sowtto_df_zulu)


O projeto faz parte de mais de 30 anos de atividades, manifestações e ações sócio-culturais e artísticas fomentando, promovendo e projetando em especial a cultura Hip Hop, seus artistas, praticantes e adeptos desde o início da década de 80.


O Encontro se mantém no CONIC-SDS, região central de Brasília favorecendo o acesso de forma centralizada para artistas e adeptos da cultura Hip Hop e cultura urbana em geral de todas as RAs e do Entorno, sendo uma referência também da Região Centro Oeste, Brasil e turistas em geral.


O Encontro de B. Boys e B. Girls do DF e Entorno se orgulha em ao longo destas décadas ter cumprido seu papel de disseminar, promover e projetar a cultura Hip Hop e principalmente o Breaking e seus praticantes, no apoio ao desenvolvimento, formação e projeção dos mesmos agora também como atletas do DF, com a certeza de seu dever cumprido, e já preparado para as eminentes mudanças em prol dos praticantes e adeptos desta dança/modalidade olímpica, continuamente disseminando e fomentando de forma atemporal a cultura Hip Hop e a cultura urbana em geral.


HISTÓRIA
Sua primeira edição nacional aconteceu em 2012 já tendo como produtores Rivas e Jane artistas participantes desde seu no início, sua segunda edição nacional foi realizada em 2018, com seletivas em três estados PA/Belém , MG/Uberlândia, GO/Goiânia e seletivas locais em Ceilândia, Planaltina e seletiva final e a final do Campeonato na Biblioteca Nacional em Brasília/DF.


OLIMPÍADAS 2024
O ‘Breaking’ é a dança da modalidade da competição e que agora após várias décadas se tornou uma das mais recentes modalidades olímpicas, estando presente na próxima Olimpíada de Paris em 2024.
Os Jogos Olímpicos premiarão com uma medalha de ouro ao melhor Bboy e a melhor Bgirl do mundo em 2024 — é essa a nomenclatura do “atleta” de breaking.


E, para isso acontecer foi necessário um processo, já em curso, de transformar uma atividade física/artística/cultural em um esporte, o que passou pela criação de regras padronizadas e de estrutura hierárquica.


A modalidade está sob a responsabilidade da WDSF (World Dancing Sports Federation), uma entidade criada para organizar as competições internacionais de dança de salão e que conseguiu, no passado, ser reconhecida pelo COI como a responsável pela dança.


Dentro das regras do breaking as competições se resumem ‘um contra um’, ‘dois contra dois’ e ‘quatro contra quatro’, mas o programa olímpico, ao menos por enquanto, só terá o torneio individual, com provas no masculino e no feminino.


O DJ faz parte das regras e é ele quem escolhe a música que será tocada em cada batalha, que tem um número pré-determinado de rounds, que varia de acordo com a fase da competição. Cada round, no um contra um, terá tempo máximo de 60 segundos.


3ª Edição do Brasil Super Battle
Dias 25 e 26/09 (sábado), das 10h às 17h e (domingo), das 13h às 19h
Local: CONIC: Setor de Diversões Sul- ao lado da Rodoviária-Asa Sul
Informações e inscrições: www.brasilsuperbattle.com
Instagram: @brasilsuperbattle

Foto/Texto: Paula Pratini

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br