Tecnologia | 500 milhões de usuário utilizam o TIk Tok, a rede social chinesa

eldogomes.com.br
Siga-me

Quando clicamos, a tela do celular se transforma numa sucessão interminável de vídeos, a maioria com menos de 15 segundos. Essa é a proposta do Tiktok.

O aplicativo se chama TikTok, e é provável que você seja um dos 500 milhões de usuários – mais que os do Twitter e do Snapchat, pouco menos que a soma de ambos – espalhados no mundo inteiro. Em 2019, o app se tornou um fenômeno global.

É a primeira plataforma chinesa a conseguir a façanha, outro sintoma da vertiginosa velocidade da inovação tecnológica no gigante asiático. Além do sucesso, porém, sua nacionalidade começa a despertar vozes preocupadas com a segurança dos dados e a liberdade de conteúdo.

Só no ano passado, o TikTok foi baixado mais de 750 milhões de vezes, segundo dados da firma de consultoria Sensor Tower. Foram várias dezenas de milhões de downloads a mais do que Facebook, Instagram, YouTube e Snapchat obtiveram no mesmo período. O app está disponível em 150 países e 75 idiomas. Na Índia, seu principal mercado, quase um terço da população já baixou. A mesma porcentagem se aplica aos Estados Unidos. Desses 500 milhões de usuários, cuja média de idade varia entre 16 e 24 anos, 90% visitam a rede social mais de uma vez por dia durante cerca de 52 minutos. O que equivale a um bilhão de vídeos vistos a cada 24 horas.

Tudo isso transformou o TikTok numa máquina de fazer dinheiro: a mesma agência estima que sua receita anual aumentou 521%. Só é possível recorrer a dados de terceiros, pois a empresa “não divulga suas cifras comerciais”. A publicidade é a base de seu modelo de negócios. “Um esquema complicado”, diz Jeffrey Towson, professor do MBA da Universidade de Pequim, “porque, para obter lucros, é preciso ter um volume enorme de tráfego, bilhões de visitas.” O TikTok tem.

Fonte: ElPais

eldogomes.com.br

Jornalista de Entretenimento e Streamer. @EldoGomes está sempre ao vivo no 🔴 YouTube.com/eldogomestv. Blogueiro há 11 anos sobre Turismo, Entretenimento e Política,