Governo de Brasília celebra Dia Mundial da Língua Portuguesa com publicação de obra

Em novembro de 2019, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) instituiu o dia 5 de maio como o Dia Mundial da Língua Portuguesa, que será celebrado pela primeira vez em 2020, mesmo ano em que Brasília comemora 60 anos.

Para comemorar essas duas datas, o Governo do Distrito Federal, em conjunto com a Unesco no Brasil e o Instituto Camões, se uniram às Embaixadas dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa para lançar a publicação infanto-juvenil SONHAR BRASÍLIA, destinada especialmente aos estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal.

Trata-se de uma coletânea com textos de diversos autores do Brasil e de mais sete países da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa – Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal e Timor-Leste, com diferentes olhares sobre Brasília. Um verdadeiro convite aos leitores para conhecer a diversidade linguística e cultural de nossa língua, com mais de 260 milhões de falantes no mundo.

Os textos são, em sua maioria, inéditos e ilustrados, de autoria de: João de Melo (Angola), Conceição Freitas (Brasil), Vera Duarte (Cabo Verde), Jorge Luís Mendes (Guiné-Bissau), Bienvenido Ebang Otogo Obono (Guiné Equatorial), Mia Couto (Moçambique), José Luís Peixoto (Portugal) e Tino Freitas (Brasil/Timor-Leste).

A produção contou também com a colaboração do Secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, Bartolomeu Rodrigues, que escreveu a introdução da coletânea, e do artista brasiliense Toninho Euzébio, que ilustrou parte da obra.

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.