Governo Ibaneis alinha retomada de volta às aulas presenciais em Brasília

As aulas presenciais na rede pública de ensino do Distrito Federal voltam a partir de segunda-feira (2/8). O retorno não será feito de uma vez só, mas seguirá um calendário escalonado. Isso vai permitir a volta gradual às salas de aula de modo que a Secretaria de Educação (SEE) faça um monitoramento que garanta a segurança da comunidade escolar, que soma cerca de 500 mil pessoas no DF.

Como em toda volta de recessos escolares, os primeiros dias são reservados ao encontro pedagógico nas escolas, em que os professores, gestores, coordenadores e auxiliares preparam a recepção aos estudantes. Isso acontecerá entre 2, 3 e 4 de agosto.

Os estudantes começam a voltar às escolas a partir de 5 de agosto, com o retorno dos alunos da educação infantil. A ideia é que, de forma escalonada, todos os alunos estejam em sala de aula até 30 de agosto, quando voltam ao presencial os matriculados em escolas de natureza especial, centros interescolares de línguas (CILs) e os centros de ensino especial.

O governador Ibaneis Rocha lembrou que o DF foi a primeira unidade da Federação a suspender as aulas no começo da pandemia e ressaltou que o retorno será feito com segurança. “Dialogamos e ouvimos tanto técnicos da saúde quanto da educação, pais e mães. O retorno às aulas é uma construção coletiva. Vamos trabalhar para que o retorno seja não apenas seguro no que diz respeito à prevenção da pandemia, como também recheado de acolhimento e afeto”, se pronunciou ele nas redes sociais nesta manhã (27).

Fotos: Renato Alves / Agência Brasília

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br