Secretária de Turismo do Ibaneis leva rota de artesanato para Ceilândia/DF

Neste sábado (8), a Ceilândia recebeu, pela primeira vez, a Rota do Artesanato de Brasília. Quarenta artistas de várias regiões administrativas do DF expuseram e comercializaram seus trabalhos na Praça do Cidadão, durante todo o dia. A iniciativa é uma parceria da Setur-DF com a Administração Regional da Ceilândia e o SESC, e tem como objetivo estimular a economia local com a promoção de produtos e os serviços regionais associados ao turismo.

Foto Luís Tajes/Setur-DF

“O artesanato tem a capacidade de gerar emprego e renda a milhares de pessoas . Desde o início da nossa gestão estamos estruturando , qualificando e promocionando o trabalho de profissionais que vivem exclusivamente dessa arte. Com o apoio dos administradores das RAs , avançaremos juntos para garantir cada vez mais oportunidades de comercialização a todos os novos e também aos mais experientes profissionais”, explicou a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, durante a abertura.

Para o representante da administração regional de Ceilândia, o chefe de gabinete Cleber Monteiro, a Rota do Artesanato é uma oportunidade para o crescimento da RA. “É uma felicidade para Ceilândia ser presenteada com esse projeto, que tem uma importância muito grande para o Distrito Federal. Queremos que esse evento se consolide como um espaço para os artesãos possam expor e vender seus produtos com uma frequência fixa, e movimentar a economia da região”, disse.

A artesã Luciene Alves foi uma das artistas selecionadas para a primeira edição da rota na Ceilândia e se sentiu honrada em representar a categoria. “Eu estou muito feliz de participar, é uma chance única e muito importante pra gente que vive da nossa arte”, explicou.

Além do artesanato, teve também muita música e diversão, com a apresentação de DJs e um grupo de forró, cama elástica, pingue-pongue e pintura de rosto. Além disso, a população recebeu orientações importantes sobre saúde bucal, combate ao mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue) e doenças crônicas como hipertensão e diabetes, e doenças sexualmente transmissíveis.

eldogomes.com.br

Por @EldoGomes | Jornalista Multimídia e YouTuber.