Web Summit vai trazer mais de R$ 190 milhões em investimentos para Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF) espera receber € 30 milhões (o equivalente a R$ 189,9 milhões) de contrapartida com a realização da Web Summit em Brasília. O evento é a maior conferência de tecnologia do mundo e tem a capital federal como uma das três postulantes a sede na América Latina a partir de 2023, junto com Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Neste domingo (21), a comitiva de executivos do evento, que veio fazer uma visita técnica sobre a infraestrutura da cidade, conheceu a rede hoteleira de Brasília antes de retornar à Europa. Três hotéis foram apresentados ao grupo, que viu de perto as instalações e a capacidade do setor para receber turistas do mundo inteiro.

A infraestrutura de uma cidade planejada, com o aeroporto internacional a cerca de 15 minutos da região central e dos setores hoteleiros Sul e Norte, é um dos atrativos da candidatura brasiliense. Alia-se a isso a centralização dos espaços de exposições com fácil mobilidade, queda nos índices de criminalidade e segurança reforçada.

“Esse é um evento que consegue atingir não só o Distrito Federal, mas toda a América Latina, que será beneficiada com oportunidades para o turismo, para os negócios e para outras áreas que nossa cidade precisa”, afirmou o governador Ibaneis Rocha. De acordo com ele, a expectativa do governo é de que o evento retorne quase R$ 190 milhões em investimentos no DF no primeiro ano de realização.

Brasília está também entre as 10 cidades brasileiras com o maior Índice de Desenvolvimento Humano do Brasil, de acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. O Distrito Federal, por sua vez, detém a maior renda per capita do país, com R$ 2.475, segundo levantamento recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, divulgado em 21 de abril de 2021.

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

@EldoGomes

▶️ Jornalista | Podcaster | You7tuber | Acompanhe no Instagram @EldoGomes | comercial@eldogomes.com.br